Um olhar do quinto andar

Ano passado houve um início de incêndio no prédio onde moro.

 Devido a fumaça, os bombeiros quebraram as janelinhas de cada andar.

Sempre que chego da academia subo os 16 andares, uma forma
de compensar a atividade aeróbica após a musculação.

Nesta quarta feira porém, sentia uma angústia na alma, algo parecia fora de controle, e como disse o salmista, me perguntei: ¨Por que te abates ó minha alma, e porque te perturbas dentro de mim?¨

 A minha subida aos degraus parecia pesada e por um instante parei!  Desanimada, olhei para cima e lá estava a janelinha! Nela um lindo céu azul e dentro dele, uma linda lua! Lua as 9 da manhã? “Que incrível!”, me questionei. Mas de repente naquele lugar, senti a contemplação do belo!!! 

Tudo estava em harmonia e no seu devido lugar!

Senti as minhas forças renovarem! Senti a presença de Deus como um pai que cuida.

A reflexão para hoje:

No alto a lua brilha até de dia, só pra dizer que existe novas perspectivas. A minha atitude mudou de foco, porque naquele momento mudou o meu olha

GOSTOU? COMPARTILHE...

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

LEIA TAMBÉM...